quinta-feira, 24 de Março de 2011

Feliz o homem que confia no Senhor

        Bendito o homem que confia no Senhor e põe no Senhor a sua esperança. É como a árvore plantada à beira da água, que estende as raízes para a corrente: nada tem a temer quando vem o calor e a sua folhagem mantém-se sempre verde; em ano de estiagem não se inquieta e não deixa de produzir os seus frutos (Jer 17, 5-10).
Feliz o homem que não segue o conselho dos ímpios,
nem se detém no caminho dos pecadores,
mas antes se compraz na lei do Senhor,
e nela medita dia e noite. Refrão

É como árvore plantada à beira das águas:
dá fruto a seu tempo e sua folhagem não murcha.
Tudo quanto fizer será bem sucedido. Refrão

Bem diferente é a sorte dos ímpios:
são como palha que o vento leva.
O Senhor vela pelo caminho dos justos,
mas o caminho dos pecadores leva à perdição (Sl 1).
       É feliz o homem que coloca a Sua esperança no Senhor, qual árvore plantada à beira das águas, com raízes bem fundas, que produz mesmo em condições adversas. Esta é uma confiança/esperança inabalável. Deus não nos falta mesmo que tudo à nossa volta seja ruína. Só Ele é garante da nossa vida presente e futura. Quando a nossa confiança é colocada noutra pessoa, nos bens materiais ou em nós próprios, podemos sair defraudados, mais tarde ou mais cedo. Com Deus a nossa esperança é cumprida neste mundo e na eternidade de Deus.

Sem comentários:

Enviar um comentário