domingo, 30 de Junho de 2013

Papa Francisco - mediadores da caridade

       "Às vezes, confundimos o significado de «mediador» com o de «intermediário»; mas não são a mesma coisa. O mediador é aquele que, para unir as partes, paga do seus ordenado, paga com o que tem, consome-se a si próprio. O intermediário é um retalhista que faz descontos a ambas as partes para ter o seu merecido lucro. O amor coloca-nos no papel de mediadores e não de intermediários. O mediador sai sempre a perder, porque a lógica da caridade é chegar a perder tudo para que a unidade vença, para que o amor vença. Mas mais: a lei do cristão é a mesma do mediador. Para um cristão, progredir não é subir no emprego, ter uma boa reputação, ser considerado; para um cristão, progredir é «baixar-se» nesta tarefa de mediador.

in Jorge Maria Bergoglio/Papa FRANCISCO, Só o amor nos salvará.

Sem comentários:

Enviar um comentário