sábado, 9 de janeiro de 2016

A minha alegria está completa!

       Foi Jesus com os seus discípulos para o território da Judeia, onde Se demorou com eles, e começou a baptizar. João baptizava em Enon, perto de Salim, porque ali a água era abundante e aparecia muita gente para se baptizar. João ainda não tinha sido encarcerado. Surgiu uma discussão entre os discípulos de João e um judeu a respeito da purificação. Foram ter com João e disseram-lhe: «Mestre, Aquele que estava contigo na outra margem do Jordão e de quem deste testemunho anda a baptizar e todos vão ter com Ele». João respondeu: "Ninguém pode receber coisa alguma, se não lhe for dada do Céu. Vós próprios sois testemunhas de que eu disse: ‘Não sou o Messias, mas aquele que foi enviado à sua frente’. Quem tem a esposa é o esposo; e o amigo do esposo, que o acompanha e escuta, sente muita alegria ao ouvir a sua voz. Essa é a minha alegria, que agora é completa: Ele deve crescer e eu diminuir" (Jo 3, 22-30).
       Durante esta semana que se seguiu à celebração festiva da Epifania de Jesus, o evangelho quotidiano mostrou-nos o início da vida pública de Jesus. Por outras palavras, com a Epifania, a visita dos Magos vindos do Oriente, isto é, vindos de toda a parte, dá-se a manifestação/revelação de Jesus à Humanidade, representada pelos Magos.
       Jesus dá-Se a conhecer nas palavras, na pregação, nos gestos que assume, nos prodígios que realiza. Os Magos reconheceram-n'O como Rei, Sacerdote, Profeta, o Messias enviado por Deus. Jesus dá a oportunidade às pessoas de O reconhecerem pelos gestos e pelas palavras.
       Hoje é João Batista que uma vez mais dá testemunho de Jesus, sublinhando a alegria que sente pela sua chegada e pela Sua crescente revelação. O batismo de Jesus dá lugar à Sua missão. João Batista preparou este dia. Doravante, a missão de João Batista é apontar mais em concreto para o Messias.
       Por outro lado, veja-se a manifestação de alegria por parte de João. Já no seio materno, aquando da Visitação de Nossa Senhora à Sua prima Isabel, João Baptista exultou de alegria ao sentir a voz de Maria e a presença do Messias no ventre de Sua Mãe.

Sem comentários:

Enviar um comentário