quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Não leveis nada para o caminho...

       "Chamou os Doze, começou a enviá-los dois a dois e deu-lhes poder sobre os espíritos malignos. Ordenou-lhes que nada levassem para o caminho, a não ser um cajado: nem pão, nem alforge, nem dinheiro no cinto; que fossem calçados com sandálias e não levassem duas túnicas. E disse-lhes também: «Em qualquer casa em que entrardes, ficai nela até partirdes dali. E se não fordes recebidos numa localidade, se os seus habitantes não vos ouvirem, ao sair de lá, sacudi o pó dos vossos pés, em testemunho contra eles.» Eles partiram e pregavam o arrependimento, expulsavam numerosos demónios, ungiam com óleo muitos doentes e curavam-nos" (Mc 6, 7-13).
       O chamamento dos Apóstolos é um momento essencial na missão de Jesus Cristo. Chama-os a fim de os preparar e de os enviar a anunciar o reino de Deus. Com Ele farão um seminário, ouvindo-O, aprendendo com Ele, experimentando a alegria de estar com Ele. Neste estágio, Jesus envia-os, como escutamos hoje no Evangelho, dando indicações precisas, desafiando à confiança em Deus e ao respeito pela liberdade das pessoas. Não vão impor, vão propor a Boa-nova. Regressão e nessa ocasião farão uma avaliação da jornada de evangelização. Desta forma se vão entranhando na vivência e no anúncio do Reino de Deus.
       Hoje somos nós os chamados, os escolhidos do Senhor, para estarmos na Sua presença, para sentirmos a alegria da Sua vida em nós, para aprendermos e vivermos com Ele e como Ele. Somos igualmente enviados a testemunhar (anunciar) pela vida e pela voz, a boa-nova da Salvação que nos é dada em Jesus Cristo.

Sem comentários:

Enviar um comentário