quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Pedi e dar-se-vos-á; procurai e encontrareis...

       Disse Jesus aos seus discípulos: «Se algum de vós tiver um amigo, poderá ter de ir a sua casa à meia-noite, para lhe dizer: ‘Amigo, empresta-me três pães, porque chegou de viagem um dos meus amigos e não tenho nada para lhe dar’. Ele poderá responder lá de dentro: ‘Não me incomodes; a porta está fechada, eu e os meus filhos estamos deitados e não posso levantar-me para te dar os pães’. Eu vos digo: Se ele não se levantar por ser amigo, ao menos, por causa da sua insistência, levantar-se-á para lhe dar tudo aquilo de que precisa. Também vos digo: Pedi e dar-se-vos-á; procurai e encontrareis; batei à porta e abrir-se-vos-á. Porque quem pede recebe; quem procura encontra e a quem bate à porta, abrir-se-á. Se um de vós for pai e um filho lhe pedir peixe, em vez de peixe dar-lhe-á uma serpente? E se lhe pedir um ovo, dar-lhe-á um escorpião? Se vós, que sois maus, sabeis dar coisas boas aos vossos filhos, quanto mais o Pai do Céu dará o Espírito Santo àqueles que Lho pedem!» (Lc 11, 5-13).
        Se ontem escutávamos a única oração que nos ensinou, hoje Jesus incentiva-nos a rezar sempre, pedindo, agradecendo, louvando. Tal como um pai atende sempre aos seus filhos, mesmo que em momentos específicos não possa fazer-lhes a vontade, pois entende não ser o melhor, também o Pai do Céu nos atende sempre, ainda que por vezes não seja visível a resposta que Deus dá às nossas preces.
       Na oração, Deus fortalece a nossa vida e as nossas escolhas, ilumina-nos nas dificuldades, conforta-nos na desilusão, abre-nos à confiança no futuro, predispõe-nos para irmos ao encontro dos outros. Pela oração encontramo-nos com Deus e reconhecemo-nos irmãos em Cristo Jesus.
       A oração é o ponto de partida de todo o crente cristão e o ponto de chegada. Deus é quem nos redime e nos salva. A oração é o diálogo com o Deus altíssimo. Se iniciarmos a nossa vida, as nossas opções pela oração, isto é pedindo ao Senhor que nos ilumine, que nos aponte o caminho do bem, certamente que iremos mais longe na caridade. Mas partimos para chegar, para chegar a Deus. N'Ele temos origem. N'Ele está o nosso fim. Vimos de Deus. Vamos para Deus. Somos chamados e enviados por Ele. Recolhe-nos e coloca-nos na Sua eternidade. Assim a vida. Assim a oração. Saímos de Deus, com a esperança firme de voltarmos à Casa do Pai, pelo caminho comprometemo-nos com os outros.

Sem comentários:

Enviar um comentário