sexta-feira, 17 de março de 2017

A pedra rejeitada torna-se pedra angular

        Jesus disse aos príncipes dos sacerdotes e aos anciãos do povo: «Ouvi outra parábola: Havia um proprietário que plantou uma vinha, cercou-a com uma sebe, cavou nela um lagar e levantou uma torre; depois arrendou-a a uns vinhateiros e partiu para longe. Quando chegou a época das colheitas, mandou os seus servos aos vinhateiros para receber os frutos. Os vinhateiros, porém, lançando mão dos servos, espancaram um, mataram outro e a outro apedrejaram-no. Tornou ele a mandar outros servos, em maior número que os primeiros, e eles trataram-nos do mesmo modo. Por fim mandou-lhes o seu próprio filho, pensando: ‘Irão respeitar o meu filho’. Mas os vinhateiros, ao verem o filho, disseram entre si: ‘Este é o herdeiro; vamos matá-lo e ficaremos com a sua herança’. Agar¬raram-no, levaram- no para fora da vinha e mataram-no. Quando vier o dono da vinha, que fará àqueles vinhateiros?» Os príncipes dos sacerdotes e os anciãos do povo responderam-Lhe: «Mandará matar sem piedade esses malvados e arrendará a vinha a outros vinhateiros que lhe entreguem os frutos a seu tempo». Disse-lhes Jesus: «Nunca lestes na Escritura: ‘A pedra rejeitada pelos construtores tornou-se a pedra angular; tudo isto veio do Senhor e é admirável aos nossos olhos’? Por isso vos digo: Ser-vos-á tirado o reino de Deus e dado a um povo que produza os seus frutos». Ao ouvirem as parábolas de Jesus, os príncipes dos sacerdotes e os fariseus compreenderam que falava deles e queriam prendê-l’O; mas tiveram medo do povo, que O considerava profeta (Mt 21, 33-43.45-46).
       Nos textos sagrados sugeridos para este dia, aparecem-nos duas situações semelhantes. José, por ser o preferido, ou o eleito, é vendido como escravo para o Egipto. O ciúme e a inveja fazem dele um alvo a abater. Mas rejeitado, será ele a acudir a toda a família, ao seu povo, para o resgatar da miséria.
       Jesus conta a parábola de um proprietário, que planta, que cerca, que cuida da vinha. Na altura da "colheita" manda recolher os frutos. Mas os vinhateiros matam os servos e mais tarde matam o próprio filho. Nesta para´bola está condensada a história de Israel e a vinda de Jesus. O proprietário é Deus. Os vinhateiros o povo, a humanidade; Jesus, o filho enviado, mas também rejeitado.
       Apesar de rejeitado será Ele a pedra angular, pela Sua morte e ressurreição, trará a salvação para toda a humanidade. estejamos atentos para podermos receber aqueles que vêm em nome de Deus e para produzirmos frutos em abundância para que os possamos devolver a Deus.

Sem comentários:

Enviar um comentário