quarta-feira, 22 de março de 2017

Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas

       Na liturgia da Palavra proposta para esta quarta-feira, no centro aparecem os Mandamentos, dados por Deus ao povo, através do grande líder de Israel, Moisés. Mandamentos que se torna LEI e, conforme as palavras de Moisés, uma lei que engrandece o povo de Israel, tal a justeza e o equilíbrio dos preceitos emanados por inspiração divina:
Moisés falou ao povo, dizendo: «Agora, Israel, escuta os preceitos que vos dou a conhecer e põe-nos em prática, para que vivais e entreis na posse da terra que vos dá o Senhor, Deus dos vossos pais. Ensinei-vos estas leis e preceitos, conforme o Senhor, meu Deus, me ordenara, a fim de os praticardes na terra de que ides tomar posse. Observai-os e ponde-os em prática, porque eles serão a vossa sabedoria e a vossa prudência aos olhos dos povos, que, ao ouvirem falar de todas estas leis, dirão: ‘Que povo tão sábio e prudente é esta grande nação!’. Qual é, na verdade, a grande nação que tem a divindade tão perto de si como está perto de nós o Senhor, nosso Deus, sempre que O invocamos? E qual é a grande nação que tem mandamentos e decretos tão justos como esta lei que hoje vos apresento? Mas tende cuidado; prestai atenção para não esquecer tudo quanto viram os vossos olhos, nem o deixeis fugir do pensamento em nenhum dia da vossa vida. Ensinai-o aos vossos filhos e aos filhos dos vossos filhos» (Deut 4, 1.5-9).
       No Evangelho, Jesus valida a LEI e os seus mandamentos, dizendo claramente que não veio para pôr em causa, mas para levar à plenitude. Como poderemos verificar, por todo o Evangelho (nas suas quatro versões e visões), a plenitude da Lei é a caridade, o amor sem limites, o amor levado ao limite de dar a vida.
Disse Jesus aos seus discípulos: «Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim revogar, mas completar. Em verdade vos digo: Antes que passem o céu e a terra, não passará da Lei a mais pequena letra ou o mais pequeno sinal, sem que tudo se cumpra. Portanto, se alguém transgredir um só destes mandamentos, por mais pequenos que sejam, e ensinar assim aos homens, será o menor no reino dos Céus. Mas aquele que os praticar e ensinar será grande no reino dos Céus» (Mt 5, 17-19).

Sem comentários:

Enviar um comentário