quarta-feira, 19 de abril de 2017

Não ardia cá dentro o nosso coração...

       ... «Ficai connosco, porque o dia está a terminar e vem caindo a noite». Jesus entrou e ficou com eles. E quando Se pôs à mesa, tomou o pão, recitou a bênção, partiu-o e entregou-lho. Nesse momento abriram-se-lhes os olhos e reconheceram-n’O. Mas Ele desapareceu da sua presença. Disseram então um para o outro: «Não ardia cá dentro o nosso coração, quando Ele nos falava pelo caminho e nos explicava as Escrituras?» Partiram imediatamente de regresso a Jerusalém e encontraram reunidos os Onze e os que estavam com eles, que diziam: «Na verdade, o Senhor ressuscitou e apareceu a Simão». E eles contaram o que tinha acontecido no caminho e como O tinham reconhecido ao partir o pão (Lc 24, 13-35).
       É-nos hoje apresentado o relato da aparição de Jesus aos discípulos de Emaús.
       Salientam-se diversos momentos e sentimentos. Os discípulos caminham em direcção a casa desiludidos e tristes com os acontecimentos desses dias. No meio deles surge Jesus que os interroga sobre a discussão que vinham a ter e sobre o motivo da sua tristeza. Eles revelam o que aconteceu com o Mestre, Jesus. Então, por sua vez, Jesus faz-lhe ver que não foi o fim do mundo mas o início de um tempo novo. Com efeito, a Sagrada Escritura já anunciara o que haveria de acontecer com o Messias, o que sucedeu confirmou as diversas profecias.
       Chegados perto de casa, convidam Jesus a ficar com eles, sem saberem que era Ele. Por aqui se vê, que há uma diferença entre o Jesus terreno e o Jesus glorificado. Embora seja o mesmo Cristo Jesus, a Sua aparência coloca-O na "vastidão" de Deus, de onde Se manifesta a todo o mundo.
       Mas se pela aparência não O reconhecem, reconhecem-n'O nas palavras e sobretudo nos gestos, no partir o pão como memorial da Sua presença, antecipado para os Apóstolos na Quinta-feira santa. Reconhecem-n'O nos seus corações, ainda que necessitados de serem iluminados.
       Reconhecido o Mestre, o medo desaparece e no seu lugar a alegria que se partilhada. Antes convidaram o "Desconhecido" a pernoitar com eles, por ser noite. Agora, mesmo de noite, voltam a Jerusalém para contarem como Jesus lhes apareceu pelo caminho e como se manifestou ao partir do pão.

Sem comentários:

Enviar um comentário