segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Saudação de D. Jacinto ao novo Bispo, D. António

Saudação proferida por D. Jacinto Botelho no início da cerimónia da tomada de posse do Sr. D. António José da Rocha Couto como seu Sucessor na Cátedra de Lamego
 (foto: Kymagem)

       Bendito Aquele que vem em nome do Senhor!

       Após a apresentação da Bula pontifícia ao Colégio de Consultores, o que acabou de ser cumprido pelo Senhor Núncio Apostólico com a leitura agora efectuada, o Senhor D. António Couto, é de pleno direito o Bispo da querida Diocese de Lamego.
       Quero saudá-lo, na qualidade de seu diocesano, como meu Bispo, nosso Bispo, e testemunhar-lhe a mais profunda e convicta comunhão dentro do Presbitério a que pertenço e o Senhor D. António a partir deste momento consolida, e consequentemente oferecer-lhe os préstimos e a colaboração que me solicitar.
       Utilizando as próprias palavras de Sua Santidade, Bento XVI, que o apresenta “agraciado com qualidades comprovadas e altamente douto em doutrinas sagradas”, esta celebração é momento adequado para agradecermos ao Senhor a Graça que é para Lamego a sua designação para nosso Bispo.
       Profundo na Palavra de Deus que transparece no seu testemunho pastoral e jorra como tesouro inesgotável em toda a sua mensagem, bem podem aplicar-se-lhe, com total propriedade, as palavras do Beato João Paulo II na Exortação pós-sinodal Pastores Gregis: “Antes de ser transmissor da Palavra, o Bispo, com os seus sacerdotes e como qualquer fiel, antes como a própria Igreja, deve ser ouvinte da Palavra. Deve de certo modo estar «dentro» da Palavra, para deixar-se guardar e nutrir dela como de ventre materno.” Será muito difícil encontrar alguém que seja melhor, referência e modelo, desta reflexão. Que a Senhora dos Remédios, Padroeira da nossa cidade, a nossa Mãe do Céu, de quem fala com tanto encanto e a quem reza com tão entranhado fervor, o envolva e revista com o Seu manto, da abundância da Graça do Bom Pastor.
       Te Deum laudamus, porque o vislumbrado e florido ramo de amendoeira, é a certeza da esperança que o nosso novo Bispo, Senhor D. António Couto, nos traz. Seja bem-vindo. Pode contar também com os seus diocesanos.
(foto: Kymagem)
+ Jacinto Tomaz de Carvalho Botelho, Bispo Emérito de Lamego

Sem comentários:

Publicar um comentário